7 de março de 2020, por:

GAMI: luta por igualdade e promoção de gênero

Foto: Divulgação

O Grupo Afirmativo de Mulheres Independentes (GAMI) foi formado em 2003 e de lá pra cá tem se consolidado como uma importante ferramenta de defesa dos direitos das mulheres, em especial da comunidade LGBT.

Entre as frentes de trabalho estão os esforços na construção de políticas públicas, fiscalização do poder público, encaminhamento e acompanhamento de denúncias e o acolhimento pela inclusão social por meio da educação, saúde, esporte e cultura.

Neste último ramo, o destaque fica por conta das oficinas de arte e cultura voltadas para mulheres residentes da periferia de Natal. Um dos resultados destas oficinas é o Batuque das Mulheres. O grupo fez uma participação especial no último lançamento aqui do Som Sem Plugs, junto a Bandissima.

A ideia é poder realizar uma transformação social por meio das atividades, que são voltadas para mulheres de todas as idades.

Foto: Divulgação

Uma das coordenadoras do Projeto, Maria Goretti Gomes, explica como é o funcionamento do GAMI. “São quase 16 anos de cultura, esporte, formação profissional e política na resistência feminista. Atualmente contamos com 11 coordenadoras e 40 mulheres participantes dos projetos sociais”, detalha.

O grupo também procura incentivar as mulheres a buscar espaços nas áreas de exata e tecnologia, promovendo debates, palestras e orientação de trabalhos acadêmicos. Além disso já realizou diversos eventos voltados para a saúde da mulher e para a visibilidade lésbica, por meio de várias parcerias.

“Fomentamos uma política de inclusão social comprometida com a diversidade das expressões sexuais em vários projetos diferentes. Todas as iniciativas têm como objetivo o empoderamento de mulheres, meninas, jovens e adolescentes no enfrentamentamento a violência e as violações aos direitos humanos”, completa Goretti.

Foto: Divulgação

A sede do GAMI fica no bairro da redinha, na zona norte de Natal. Interessadas em saber mais sobre as atividades do grupo podem entrar em contato por meio do telefone (84)99929.6858. O atendimento presencial ao público é na Rua José Aguinaldo, 211, nas segundas, terças e quintas, das 14h às 17h.

Veja a participação do Batuque das Mulheres no especial de Carnaval do Som Sem Plugs com a Bandissima.