Som Sem Plugs

Menu

Artistas {Simona Talma}

Simona Talma Simona Talma

Após um ano de trabalho intenso dedicado ao Talma&Gadelha em uma nova experiência de trabalho coletivo, a cantora e compositora Simona Talma retoma o trabalho solo. Ela transitou de uma música mais pautada no jazz e blues, envolvida com poesia, extremamente melancólica e intimista para outro universo, mais roqueiro, mais leve, mais: “eu sofri, mas quero mesmo é ser feliz!” E porque não? Simona e Luiz recolheram composições antigas, que não se encaixavam em seus trabalhos solos, e um desejo em comum: fazer rock, com a simplicidade que ele traz, com a atitude, mas falando de amor, como sempre. Reuniram um time roqueiro que fez tudo ser possível e a convite de Anderson Foca, através do Projeto Incubadora e com produção do próprio Anderson, mataram o amor.

Foram viagens, clipes, prêmios, boas indicações em listas do Nordeste, projetos importantes como: Pratas da Casa do Sesc Pompéia(SP), Tv Trama Virtual, Feira da Música de Fortaleza, Festival Bananada (GO), Rock Cordel do BNB Cultural (CE) e (PB), entre muitas outras conquistas e um aumento substancial de público.

Simona Talma, 12 anos de carreira, três discos lançados: “A moça mais vagal que há” (Solo – 2005), “Pra que serve a música?” (Projeto Retrovisor – 2007) e “Matando o amor” (Talma&Gadelha – 2011); nos três últimos meses dedicada a fazer o caminho contrário, feito a um ano, para voltar a um trabalho solitário. Mais uma iniciativa do Projeto Incubadora do Combo DoSol, em 2012, mais um disco produzido por Anderson Foca e Bang! Um segundo disco, com uma pessoa totalmente diferente do que ela foi.

Embora as composições surjam dessa solidão, são inúmeros os colaboradores e parceiros que se jogaram na empreitada, a começar pelos compositores: Khrystal, Luiz Gadelha, Fernando Suassuna(Mad Dogs) e Clara Pinheiro(Clara e a Noite e Orquestra Boca Seca); tocando e colaborando com os arranjos: Willames Costa (Baixo acústico, pianos e acordeom), Toni Gregório(Guitarras, violões e bandolim), Daniel Garça (Bateria), Micael Martins(Gaitas), Henrique Geladeira (guitarras, baixo) – também produzindo e arranjando duas faixas do disco – além da participação especial de Clara Pinheiro (vocais) e Michelle Régis(vocais).

O Bang vem com a maioria das letras da própria Simona, com canções reunidas desde 2006, afinal, foram sete anos do primeiro disco para o segundo, todas inéditas, algumas novas, mas todas repaginadas e revividas. Mais pop? Talvez… Menos blues? Não! Mais solto do próprio eixo do blues, porém bem vívido nessa essência. Agora resta ouvir a evolução da cantora, da compositora e perceber os caminhos sentidos de lá pra cá, as partidas e retornos. São 10 faixas, sendo oito assinadas por Anderson Foca e duas por Henrique Geladeira, passeando pelo Rock, Rocksteady, Blues, Rockabilly, Jazz e Rhythm and blues, por temas como o amor incondicional, universal e a causa negra.

Vídeos

Imagens

Artistas

ver todos
← mova deslizando com os dedos →