Som Sem Plugs

Menu

Artistas {Antônio de Pádua}

Antônio de Pádua Antônio de Pádua

Antonio de Pádua é bacharel em trompete pela UFPB, professor de cavaquinho e trompete e pandeiro do IMWA em Natal-RN, maestro da Banda Independente da Ribeira (orquestra de frevo) Natal-RN. Integrou a orquestra infantil, infanto-juvenil e jovem da Paraíba, e atuou como músico convidado nas orquestras: Sinfônica da Paraíba, Sinfônica do RN e Filarmônica Norte-Nordeste.

Aos 14 anos trabalhou com bandas marciais, com as quais ganhou alguns concursos do gênero, em especial um realizado em Garanhuns-PE, com a banda do município do Conde – PB onde venceu em primeiro lugar no quesito arranjo (música de confronto) disputando com várias bandas do nordeste. Participou de vários festivais e encontros tais como: I, II, III, IV, V, Encontro Nordestino de Metais (PB, MA, PE), II encontro Regional de Trompetistas – BA; I, II, II Festival de Música de Câmara-PB, encontros de extensão, entre outros. Integrou a Orquestra Metalúrgica Filipéia reconhecida nacionalmente por ter em sua formação grandes nomes da música instrumental paraibana consagrados no cenário nacional e internacional. Gravou o primeiro Cd da metalúrgica e em 2000 viajou para Belfort/França para participar como convidados de um grande festival envolvendo grupos de vários países e de diversos gêneros. Pesquisador dos ritmos brasileiro, fabrica pandeiro, e está preparando um método e uma vídeo aula que é o resultado de suas experiência como pandeirista.

Integrante do grupo de choro Sonoroso, onde toca cavaquinho e trompete. Em 2002, gravou o primeiro CD do grupo, que rendeu ao grupo o Prêmio Hangar de Música, de melhor disco instrumental do ano. Com o mesmo grupo Participa do projeto Cosern Musical 2003, sendo um dos 12 selecionados entre mais de 90 trabalhos. No mesmo ano participa do I Encontro Nacional de Choro realizado em Vitória – ES.

Em 2004 gravou o seu primeiro Cd Solo intitulado de Sentimento Nordestino, composto de 13 músicas autorais, um CD instrumental com arranjos e produção suas, contendo uma síntese de sua trajetória musical, suas influências que vão do erudito à música folclórica, enfatizando os ritmos brasileiros, principalmente os nordestinos além do samba e o choro. Na divulgação do seu primeiro Cd, Antônio de Pádua participou com show instrumental do Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga – CE, da Feira da Música em Fortaleza-CE; do BNB Cultural Fortaleza- CE, Projeto Sea Way Cultural, Domingo na Praça em Natal/RN e outros. Foi selecionado para a Etapa Norte – Nordeste do Cascavel Jazz, onde concorreu juntamente com grandes nomes da música instrumental, a uma vaga para representar o Estado nesse que é considerado um dos maiores Festivais de Jazz do país. Com uma apresentação brilhante, Antônio de Pádua se consagra vencedor por unanimidade pela comissão julgadora, e em novembro viajou para Cascavél – PR onde teve a oportunidade de mostrar seu trabalho seu a grandes nomes da música brasileira.

Foi o classificado do nosso estado para o VI Mercado Cultural de Salvador, um dos maiores eventos culturais do País, onde aproximadamente 800 trabalhos foram escritos de todo Brasil e do exterior. Foi o vencedor do projeto “Quarta musical 2006”, o principal festival de música do Rio Grande do Norte, concorrendo com artistas de diversos segmentos musicais. Foi escolhido como melhor músico de 2007, pelo Prêmio Diário de Natal, e em 2008 gravou seu 2º Cd intitulado “Um olho no peixe, o outro no gato”, e em 2009 gravou seu 1º DVD também intitulado “Um olho no peixe, o outro no gato”, dentro do projeto “Cena Aberta”. Em 2010 estreou sua primeira peça, o musical “O Ratinho Teobaldo”, na qual escreve, interpreta e é o diretor musical. Também em 2010, participou do BNB Instrumental, onde levou o show do seu 2º CD, realizando shows nas cidades de Souza/PB, Juazeiro do Norte/CE e Fortaleza/CE , na Feira Música Brasil em Belo Horizonte/MG e Festival Música do Mundo em João Pessoa/PB. Em 2011 participou como artista convidado do projeto “Na Mira da Música Brasileira”, apresentando suas músicas no auditório de Ibirapuera em São Paulo. E também foi selecionado este ano, no projeto “Cena Aberta”.

Em 2012, levou o seu show “Choro em Família”, para o projeto Sabadinho bom em João Pessoa, e recentemente levou seu trabalho ao 22º Festival de Inverno de Garanhuns-PE, onde fez seu o show instrumental, dando continuidade as suas apresentações, com seus projetos em diversas cidades do nordeste e nas demais regiões.

Este ano fez sua primeira tournée internacional, ministrando workshop na Universidade de Jazz de Graz-Áustria, e apresentando suas músicas com diferentes formações instrumentais na Áustria (Viena, Graz, Klagenfurt, Gemund e Villach), e na França (Paris, Grenoble e Fontaine). Participou com o seu show “Griôs”, projeto “Música no Ar”, onde gravou no Teatro Riachuelo-RN o seu 2ª DVD, mostrando a versatilidade e profissionalismo de um músico que aos poucos vem conquistando seu espaço no cenário nacional e internacional.

Vídeos

Imagens

Artistas

ver todos
← mova deslizando com os dedos →
Carregando
Aguarde, carregando...